Comentários

https://www.youtube.com/watch?v=dF0kDVXhExY

Muitos consideram o clássico de arcade de 1991 Donkey Kong Country como o primeiro videogame a usar cutscenes para contar uma história. Desde então, os avanços na tecnologia e o impulso para uma jogabilidade baseada em narrativas levaram a uma grande mudança na maneira como as cenas são usadas nos videogames. As experiências cinematográficas começaram a se tornar a norma.

Embora alguns gêneros os utilizem mais do que outros, praticamente todos os jogos lançados na era moderna apresentam cutscenes de uma forma ou de outra. Elas podem ser usadas de várias maneiras diferentes, como recapitular eventos passados ou contar partes de uma história que simplesmente não funcionariam como um segmento de jogo. Porém, elas também podem ser usadas de uma forma extremamente exagerada.

Certos desenvolvedores são notórios pelo uso excessivo de cutscenes a ponto de alguns títulos parecerem mais filmes do que videogames. Enquanto muitos podem argumentar que isso não é necessariamente uma coisa ruim, outros acham que pode realmente quebrar a sensação de imersão do jogador. Seja qual for o caso, aqui nesse vídeo do Overplay separamos as cinco cutscenes mais longas que já apareceram nos jogos digitais.


Xenoblade Chronicles 2 (24 minutos)

As palavras ‘Kojima’ e ‘Cutscenes’ são usadas juntas na mesma frase com bastante frequência. Normalmente, porém, as pessoas estão falando sobre Hideo Kojima em vez do diretor de Xenoblade Chronicles, Koh Kojima. No entanto, ambos são igualmente adequados. Todos os três capítulos da série Xenoblade são conhecidas tanto pelo volume quanto pela duração de suas cutscenes e Xenoblade Chronicles 2 é o pior caso.

A cena final do jogo termina em pouco menos de 24 minutos. Se os créditos e a cena pós-créditos forem incluídos, o tempo sobe para 33 minutos. Como nada de significativo está acontecendo durante os créditos, eles geralmente são considerados duas cenas separadas. Mesmo assim, 24 minutos é um bom tempo longe do controle.


Xenosaga (25 minutos)

Xenosaga é um título conhecido pelo uso pesado de cutscenes. Em todas as três partes do jogo, há nada menos que 464 cenas distintas. Nunca foi calculado, mas é altamente provável que os jogadores passem mais tempo assistindo ao jogo do que realmente jogando. A mais longa dessas cutscenes vem no final do terceiro título e dura 25 minutos. Essa também não inclui créditos.

Curiosamente, o predecessor espiritual de Xenosaga, Xenogears, na verdade apresentou uma espécie de cutscene de 40 minutos. Ao contrário de Xenosaga, porém, as cenas de Xenogears não são pré-renderizadas e, portanto, exigem que os jogadores pressionem um botão para avançar o diálogo. Dessa forma, pode-se argumentar que elas não contam como cutscenes no sentido tradicional.


Metal Gear Solid 4 (27 minutos)

Hideo Kojima nunca escondeu seu desejo de um dia trabalhar com cinema. Muitos de seus títulos têm uma abordagem cinematográfica para contar histórias, com longos blocos de cutscenes geralmente ocupando grande parte do tempo total de jogo. Metal Gear Solid 4 talvez seja o único título onde podemos dizer que Kojima perdeu a mão.

O jogo, na verdade, tem dois recordes mundiais distintos do Guinness Book, relacionados às suas cenas. A primeira foi para a cena mais longa em um videogame, marcando 27 minutos. A segunda foi para a sequência de cutscenes mais longa, com as quatro cutscenes finais do jogo totalizando 71 minutos onde o jogador apenas assiste.


Death Stranding (31 minutos)

Independentemente do que pensamos sobre Death Stranding, é fato que o game oferece uma verdadeira experiência de Hideo Kojima. É o mais próximo que o autor chegou de realizar seu sonho de criar filmes e alguns podem até argumentar que o final do jogo é, para todos os efeitos, um longa-metragem em si.

O clímax do jogo leva cerca de duas horas para ser concluído e – além de algumas seções curtas onde o jogador corre um pouco – é basicamente uma longa cutscene. As seções mencionadas ajudam a quebrar a sensação de que não estamos jogando, mas não muito. O maior período de tempo em que o jogador apenas assiste é de 31 minutos – mais do que um episódio da maioria dos programas de televisão.


Star Ocean: The Last Hope (46 minutos)

Não está exatamente claro como a equipe do Guinness World Records decide o que constitui uma cutscene e quando premiar os recordes. Qualquer um que já jogou Star Ocean: The Last Hope sabe que o jogo foi, por algum motivo, esquecido quando se tratou do recorde de ‘Mais Longa Cutscene’.

O jogo é cheio de cenas longas, com a maior delas durando 46 minutos. Essa cena acontece perto do final do jogo, pouco antes da batalha final e, como o próprio Star Ocean, parece continuar para sempre. Cutscenes longas são normais para JRPGs, mas a Square Enix talvez tenha ido longe demais aqui.


Veja também:


Comentários