Comentários

O lançamento de FORECLOSED tinha uma boa expectativa, mas ao mesmo tempo o trauma da temática cyberpunk. Será que desta vez finalmente teríamos um jogo desse estilo dando certo? Apesar do pé atrás com esse universo, FORECLOSED veio para mostrar que sim, um ótimo game cyberpunk é possível.

Agradecemos a equipe do game pelo envio em antecipado.

Um visual único

A primeira coisa que chama a atenção em FORECLOSED é o seu visual. Estamos acostumados com os clássicos games que retratam a realidade e tem seus gráficos buscando, justamente, reproduzir o mais fielmente a vida. Entretanto, as vezes um tom artístico faz muito bem! É justamente isso que FORECLOSED trabalha.

Com um visual totalmente desenhado e com o jogo em muitas partes sendo como uma página de revista em quadrinhos, é maravilhoso adentrar no mundo do game.

Marcado pelas cores de sua arte da capa (vermelho, bordô e rosa), o protagonista vive em uma cidade futurista, a qual tem seus cenários lineares mas todos muito bem detalhados e com objetivos extras para se explorar. Visualmente e na forma como o jogo explora essa arte, já fica um nível acima da normalidade.

Uma história cativante

Sem adentrar muito na trama, o jogo tem um história que prende quem está jogando do início ao fim, durante as mais de 4 horas de gameplay.

O protagonista vive em um grande dilema, o qual ele é o centro disso: Em suma, ele faz parte de uma “rede”. Essa rede será desligada e leiloada. Com isso, o objetivo é combater que tal ação seja tomada, pois acarretaria no fim da nossa jornada.

Entretanto, não é tão simples quanto parece. O esquema em torno disso é algo muito grande, fazendo com que seja necessário diversos ataques, conversas, contatos e muita persuasão para avançar na história.

Não estamos sozinhos na jornada. Contamos com a ajuda de uma pessoa que também quer defender essa rede e atacar os mal feitores que a estão apunhalando. Os diálogos são super bem escritos e apresentam opções de resposta. Aparentemente, não muda sua trajetória dentro do game, mas você escolhe como responder as perguntas.

Outro ponto interessante interligado a história é que o personagem não pode sair da cidade. Com isso, ao tentar avançar em áreas do mapa não permitidas, cria-se uma barreira nessa “rede interna” que nos impede. É o tipo de recurso que tem muito valor, se diferenciando de jogos que utilizam apenas de uma parede invisível.

Uma arma, muitas habilidades

No jogo, carregamos apenas uma arma, que é uma espécie de pistola. Apesar de única, são diversas as habilidades que podemos adquirir durante a jogatina.

A arma é acompanhada de diversas melhorias. Conquistando os pontos de experiência suficientes, pode-se obter tiros com explosão, rajadas, maior dano, perfurar escudos e muito mais.

Se tratando das habilidades do personagem, são algumas principais adquiridas durante a gameplay e outras que se pode “comprar” com os pontos de XP. Dentre elas, a telecinese se faz presente em vários níveis! É possível evoluir seus golpes para derrubar inimigos a longa distância, dar uma forte onda de choque ou criar uma barreira de energia em si mesmo.

Esses pontos de XP podem ser conquistados através da própria gameplay, ou seja, avançando na história, ou explorando os cenários para encontrar itens que os possibilitam.

O jogo também conta com uma mecânica de stealth. São vários os momentos em que só se pode avançar furtivamente, entretanto são bem dosados e nada forçados.

DualSense bem utilizado

Partindo para um ponto exclusivo de Playstation 5, vale uma pequena passagem sobre o DualSense. O jogo utilizou as funcionalidades do controle de forma incrível!

É possível sentir inúmeras vibrações diferentes para cada parte vivenciada. Também, o controle emite um show de luzes ao receber danos, efetuar disparos e trocar de cenários. Além disso, o jogo também conta com gatilhos adaptáveis, tornando a gameplay bastante imersiva o tempo todo.

Experiência que vale muito

Sem dúvidas, FORECLOSED é um jogo que vale muito, mas muito a pena de se jogar.

Encontrar um jogo em que se sente o carinho na produção é muito raro e pude sentir isso jogando este game. De longe, o que mais me impressionou foi a direção de arte, promovendo interações sensacionais entre os “quadrinhos” durante a gameplay e usando muito bem seu estilo artístico.

É claro que o fato de existir apenas uma arma no game e poucos inimigos deixa um gostinho de quero mais, entretanto isso não afeta a experiência. Tudo em FORECLOSED é ótimo, sendo tranquilamente uma das melhores experiências do ano de 2021 até então. Uma grata e excelente surpresa.

Positivo
  • Direção de arte incrível
  • Lindos visuais
  • Boa trilha sonora
  • História interessante
  • Ótimo ritmo
Negativo
  • Uma única arma
  • Pouca variação de inimigos
Nota 90


Comentários