Comentários

Apesar de todos estarem empolgados com mais sequências de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, a franquia nasceu mesmo no modelo 2D, que tem sido constantemente revisitado ao longo dos anos. É por isso que iremos listar os 5 melhores games em 2D da série The Legend of Zelda.

5 – The Minish Cap

Lançado para Gameboy Advance (e sendo relançado dentro de um pacote totalmente exclusivo para fundadores do Nintendo 3DS), The Legend of Zelda: Minish Cap era um game pensado para sistemas portáteis. O game focava em uma mecânica única: a habilidade de encolher para poder explorar novas áreas, basicamente, um Homem-Formiga. A forma como você interagia com essas áreas poderia ser completamente diferente graças a esta mecânica. O mais inteligente foi que as dungeons também fizeram bom uso desta ideia. A história também renovou bastante, evitando usar Ganon como ameaça.

4 – Link’s Awakening

Assim como o jogo anterior, este também foi um feito diretamente para consoles portáteis, sendo lançado no GameBoy. O jogo recebeu um remake para Nintendo Switch, totalmente remodelado. É um jogo prazeroso e muito mais simples que seus pares. É uma experiência clássica de Zelda, com o maior foco na essência da franquia. As dungeons são bem construídas, trazendo vários puzzles, os itens não são tão inovadores, mas são bem usados de forma criativa. O jogo também traz bastante mistério e é uma aventura interessante, principalmente para novatos na franquia.

3 – Spirit Tracks

The Legend of Zelda: Spirit Tracks é o segundo game voltado para Nintendo DS. Com foco no touch-screen e puzzles, além de trens, temos bastante inovação neste game. Assim como Phantom Hourglass, o mundo está quebrado em segmentos individuais que só podem ser acessados através de algum veículo. Neste jogo, o escolhido é o trem. Enquanto o jogo progride, você desbloqueia novos trilhos para viajar através de Hyrule para conquistar as dungeons de cada uma das 4 áreas principais. Depois de cada dungeon, você retornará para uma torre no centro do mundo, que funciona como uma dungeon expansível, que desbloqueia novas áreas a partir do seu progresso geral. É uma experiência bem diferente em relação ao resto da franquia.

2 – A Link to the Past

Lançado originalmente para SNES, The Legend of Zelda: A Link to the Past é, talvez, o Zelda 2D mais famoso de todos. Neste jogo, temos uma estrutura de progressão mais linear, além da inclusão de uma história bem mais presente. O poder do Super Nintendo permitiu que a equipe se arriscasse a desenvolver áreas muito mais únicas e interativas. E ainda que tenha sido uma experiência totalmente nova para a equipe daquele tempo, eles conseguiram criar um dos jogos mais influentes da indústria. É possivelmente, uma das melhores aventuras 2D de todos os tempos.

1 – A Link Between Worlds

O Nintendo 3DS recebeu remakes de alguns dos melhores jogos da franquia, mas também teve um game para chamar de seu. E ele é a melhor experiência em 2D de toda a franquia. The Legend of Zelda: A Link Between Worlds é simplesmente brilhante. O jogo usa o temaa de arte e pinturas para criar uma mecânica única e também para inserir um novo vilão. Com um bracelete especial, você pode entrar nas pinturas das paredes e se tornar parte delas para resolver puzzles. O recurso é usado nas dungeons também e o resultado é incrível, fazendo com que o jogo seja uma experiência interessante e cativante. E por falar em dungeons, temos alguns bem diferentes neste game. Além disso, muitas das ideias deste jogo, como a liberdade da ordem das dungeons, acabaram influenciando o jogo The Legend of Zelda: Breath of the Wild. Um game imperdível e vale adquirir um 3DS apenas para jogá-lo.



Comentários